Internacional

Bloqueio da Arábia Saudita causa fome no Iêmen

Desde 2015 a Arábia Saudita iniciou um bloqueio para evitar o envio de armas ao grupo guerrilheiro Houthi que tenta derrubar o governo no Iêmen.

No entanto navios sauditas acabam bloqueando também embarcações com medicamentos e suprimentos para a população marcada pela guerra civil, conforme contam Selam Gebrekidan e Jonathan Saul em extensa reportagem investigativa para a Reuters.

Resultado desse embargo de facto é um isolamento da população iemenita de 28 milhões de pessoas, sendo que 1/4 morre de fome. Além disso, uma epidemia de cólera já ceifou a vida de 2.135 pessoas, a maioria crianças.

Após a destruição dos guindastes no porto Hodeida por um ataque aéreo saudita, isso em agosto de 2015, nenhum embarque de medicamentos foi realizado, de acordo com a administração do porto, sob controle dos guerrilheiros.

Abdallah Al-Mouallimi, embaixador saudita na ONU nega que a coalizão esteja impedindo carregamentos de remédios e comida para o Iêmen, reforçando que o país recebe ajuda humanitária.

Comentários

comentários